Saturday, September 11, 2010

"..Encontramos leveza nas emoções que nos transbordaram porque estávamos prontos.. e escrevemos um dicionário de palavras distraídas. Adentramos no corpo de um poema recente, ainda disforme e falamos de amor usando a metáfora mais inocente... E então agradecemos profundamente por esta outra pessoa inteira, que jamais será uma metade e que, para a soma, com todas as alternativas que teve, preferiu seguir.. "ti a mim, me a ti, e tanto.."

No comments:

Post a Comment

Sua opinião é muito importante.
Obrigada por estar aqui!