Friday, August 13, 2010

"Ao andar contigo, eu ria à toa, a música já tinha nossa respiração. Como uma cordilheira, a tempestade sobrevoava a esponja do verde, sem derramar relâmpagos. Ao andar contigo, eu me invejava."

No comments:

Post a Comment

Sua opinião é muito importante.
Obrigada por estar aqui!