Thursday, July 08, 2010

Segunda-feira: Criar a partir do feio, enfeitar o feio até o feio seduzir o belo.

Terça-feira: Evitar mentiras meigas, enfrentar taras obscuras, amar de pau duro.


Quarta-feira: Magia acima de tudo, drogas barbitúricos, I Ching, seitas macabras. O irracional como aceitação do universo.

Quinta-feira: Olhar o mundo com a coragem do cego, ler da tua boca as palavras com a atenção do surdo, falar com os olhos e as mãos como fazem os mudos.


Sexta-feira: Assunto de família: Melhor fazer as malas e procurar uma nova (Só as mães são felizes).


Sábado: Não adianta desperdiçar sofrimento por quem não merece. É como escrever poemas no papel higiênico e limpar o cu com os sentimentos mais nobres.


Domingo: Não pisar em falso, nem nos formigueiros de domingo. Amar ensina a não ser só. Só fogos de São João no céu sem lua, mas reparar e não pisar em falso. Nem nas moitas do metrô nos muros e esquinas sacanas comendo a rua, porque amar ensina a ser só lamente longe por favor. Chore sem fazer barulho.


(Tópicos para uma semana utópica)

No comments:

Post a Comment

Sua opinião é muito importante.
Obrigada por estar aqui!