Wednesday, June 23, 2010

"Olhe, descobri que.. quando fazia algo perigoso ou idiota.. conseguia me lembrar de você com mais clareza -confessei, sentindo-me completamente retardada.- Conseguia me lembrar de como era sua voz quando estava com raiva. Para ouvi-la, como se você estivesse bem ali do meu lado. Na maior parte do tempo eu tentava não pensar em você, mas desse jeito não doía tanto.. Era como se você estivesse me protegendo de novo. Como se não quisesse que eu me machucasse. E, bom, imagino que o motivo para ouvi-lo com tanta clareza não era por que, lá no fundo, eu sempre soube que você não tinha deixado de me amar."

Livro: Lua Nova; Cap.: 24, pág.: 418

No comments:

Post a Comment

Sua opinião é muito importante.
Obrigada por estar aqui!