Tuesday, March 02, 2010

Teu pesadelo, meu descaso, tua saudade.

Hoje eu sei que alguma coisa te incomoda, tirando teu sossego e te fazendo lembrar. Sei que tens a vida tranquila, da forma como desejava, porém a mais sem graça. Você se esconde por traz de um alguém que já não te completa mais. A saudade te faz infeliz. A saudade não te deixa esquecer.


Hoje eu sei que essa saudade não me dói mais. Já não desejo mais a distancia da nossa distancia. Tua falta já não me faz mais tanta falta. Não sei ao certo se a ferida cicatrizou, mas te ouvir dizer que sempre lembra, que as vezes a saudade aumenta, que o passado te marcou, que inventou uma história qualquer só para ter o que falar (...) não me comove e principalmente, não faz a ferida sangrar sufocada da mesma saudade. No peito, não pulsa, por ti, paralisou. Morreu, congelou.


Sei que hoje a saudade faz parte dos teus dias.
Sei que você sente pela minha ausência, contudo só posso lamentar. Tudo passa, a fila anda. E você não é mais prioridade.

No comments:

Post a Comment

Sua opinião é muito importante.
Obrigada por estar aqui!