Saturday, January 16, 2010

Vai embora, volta pra teu lugar de uma vez.

O gosto do fracasso que você me deixou nos lábios amargou até o dia de hoje. Mas parando pra pensar tem me encorajado a lhe dizer todas as verdades ruins.
Sim, aquelas verdades que eu tanto guardei. Aquelas que me matavam mais e mais a cada segundo. Guardei pra mim mesma com medo de que me entendesse mal. Mas agora eu quero mais é que o circo pegue fogo. E eu ainda estarei lá, tentando apagar com um galão de gasolina.


Em alguns segundos tenho vontade de enfiar o dedo na garganta e vomitar esse sentimento. Esse sentimento por você que faz com que eu me sinta podre por dentro. Um sentimento, que pra você, nunca valeu, nunca teve reconhecimento.


Você quase conseguiu me matar dentro de mim mesma..


Você não é menos importante por ter me feito sofrer, muito pelo contrário, você tem uma importância ímpar justamente por isso. Obrigada por desponibilizar-me o amadurecimento e um auto conhecimento mais aprofundado.


Caso eu encontre alguém, um outro alguém.. Sim, alguém do tipo que faça com que eu sinta aquelas coisas estranhas na barriga e o coração acelerar desacelerando. Não me entregarei, não me iludirei, não me enganarei e principalmente, não serei sincera falando de sentimentos tão puros que brotam dentro de meu peito. Se eu sentir essa vontade chamarei o garçom, pedirei mais uma dose de vodka e beberei até esquecer.


Tomarei um banho para tentar limpar a alma suja.. E você irá embora em meio a sujeira que a água me tirará. E vai voltar para o lugar de onde você nunca deveria ter saido: O esgoto.

No comments:

Post a Comment

Sua opinião é muito importante.
Obrigada por estar aqui!